Para aprender francês

por Daniel Lopes – Um punhado de colegas sugeriu que eu indicasse bom material para se estudar francês. Resolvi então montar uma pequena lista com quatro obras – dois dicionários, uma gramática e um livro de literatura.

Estudando apenas pelo material abaixo, é claro que você não vai aprender a falar o francês. Mas, como dizia o outro, falar, até papagaio fala. O que você vai é ganhar um vocabulário imenso. Daí, quando resolver ir passar uma temporada nas praias mediterrâneas de Nice (não esquecer de me convidar), basta entrar antes num curso rápido de conversação; com o vocabulário do estudo anterior, será fichinha.

Mais… voilà

 
Kit de primeiros socorros

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Minidicionário D’Olim Marote (Ática). Esse é o francês-português/português-francês, básico do básico; antes de tudo, adquira o seu. 560 páginas do mais absolutamente indispensável. Há transcrição fonética logo no início, bom para quem já quer ir mandando ver na pronúncia; e, no final, uma sucinta lista de falsos cognatos, de freqüentação obrigatória.

Peca pela ausência de um quadro de conjugações dos principais verbos. Já me disseram que o dicionário correlato a esse da editora Melhoramentos é… melhor. Não o possuo, não garanto nada. Da Melhoramentos, tenho o de italiano, que, realmente, traz quadro com verbos conjugados. O mesmo ocorre com o de francês? Provavelmente.

 
La nouvelle grammaire du français, de Jean Dubois e René Lagane (Larousse). Há duas coisas que acho o máximo nessa gramática. Primeiro, que ela é super completa, não apenas no conteúdo gramatical (perfeitamente organizado no índice), mas também nos anexos: conjugações verbais e um índex que, em caso de dúvida no decorrer da aprendizagem, facilmente te remete à página certa. E depois, ocorre aqui que enquanto você está estudando a gramática francesa você já está lendo em francês.

Aí, vem a pergunta: mas Daniel, se eu vou começar a estudar o idioma, como tu indica uma gramática escrita em francês? Pois sim, mas o francês dessa obra é bastante acessível, mesmo para um iniciante (ou você esperava o contrário?). Acredite. Eu não comecei por ela? Você também pode. Claro, no decorrer do estudo (principalmente nas primeiras páginas), haverá algumas palavras que você vai ter que supor o significado, e outras simplesmente serão atropeladas. Algumas você vai procurar no dicionário e não vai encontrar. Mas todos esses problemas se resolverão na medida que a leitura progredir e você comprar o seu:

 
Le Robert micro – Dictionnaire de la langue française. Esse dicionário francês-francês de 1.500 páginas e 35.000 entradas, em algum lugar entre o D’Olim e o Robert (sem ser micro), lhe será bastante útil quando você já estiver acabando o estudo da gramática acima indicada e, evoluindo, for ler artigos de jornais e revistas (minha preferida é a semanal Nouvel Observateur). Pra não falar que ele será indispensável quando você for ler literatura, objetivo final nosso, não esqueça.

 
Les justes, de Albert Camus (Gallimard/Folio). Taí uma bela opção pra seu Primeiro Livro de Literatura em Francês. Poderia sugerir também Le maletendu, outra peça de Camus, ou mesmo seu L’étranger, primeiro e ótimo romance. Mas fico com Les justes porque texto de teatro é melhor pra quem começa, e essa é considerada pela crítica a melhor incursão do escritor franco-argelino pelo teatro.

Por trás do texto curto, ágil, sem acrobacias vocabulares, está uma estória densa e que empolga. Escrita em 1950, a peça em cinco atos baseia-se num evento histórico: na Moscou de 1905, um grupo terrorista de inspiração socialista-anarquista planeja um atentado a bomba contra a carruagem de uma autoridade que é tio do Czar. O grupo, entretanto, não é monolítico. Há fissuras, e a maneira como elas são exploradas por Camus é o atrativo maior da peça. Stepan, por exemplo, é o mais radical de todos, e acha até que o assassinato de crianças ligadas aos déspotas é justificável, tendo em vista o Amanhã que sobrevirá. Outros, como Dora, Yanec e Kaliayev, não pensam o mesmo, e são travadas discursões sobre até que ponto os meios não podem contaminar os fins.

Obviamente, no decorrer dos anos, você lerá outros autores. Não deixe de conferir os ensaios de Milan Kundera, por exemplo. Ou que tal os romances policiais do belga Georges Simenon, a filosofia de Voltaire, o louco do Bataille, as peças de Molière, a contemporânea Lydie Salvayre…? A produção literária em francês, agora e de todos os tempos, só encontra paralelo, em quantidade e qualidade, na de língua inglesa. Esbalde-se.

 
[esse texto foi originalmente publicado no antigo blog do autor]


  • http://www.natramadanet.com Suelen de Andrade Viana

    Legal Daniel! Faz tempo que tento, mas ainda não aprendi esta língua. Um dia eu chego lá.

    Quero indicar neste post alguns sites que me ajudam a aprender esta língua hoje. Tome nota. Eles não muito bons.
    1 – http://www.livemocha.com
    2 – http://www.babelmundo.com.pt
    3 – http://www.bbc.co.uk/languages/french/
    4 – http://www.frenchassistant.com/

    O melhor deles ainda é o ‘livemocha’. Neste site, além do francês você pode aprender inúmeras outras línguas. Tente!

  • Daniel

    Maravilha, Sue! Vou dar uma passeada por esses sites.

  • Leonardo

    legais as dicas vou dar uma pesquisada pq também quero um dia quem sabe aprender essa língua

  • http://trechossublinhados.wordpress.com camila

    Tenho uma dica também.
    O Mediadico é um dicionário online que eu adoro. Além das definições, ele traz definição em áudio, anagramas, tradução francês-inglês, conjugações e outras facilidades.
    http://www.mediadico.com/dictionnaire/

  • Barbara Brosch

    Bonsoir, mes amis, je suis étudiante de français et vous offre une prière:
    Boa tarde, meus amigos, eu sou estudante de francês e vos ofereço uma prece:
    “Mon Dieu, je táime, je t’adore, en toí je l’ esperère, je te demande pour tours ceux que jusqu´ àpresent ne t’aiment pas, ne t’adorent pas et en toí ne l’esperèrent point.”
    “Meu deus, eu vos amo, eu vos adoro, em ti espero, peço-vos por todos aqueles que ainda não vos amam, não vos adoram e em ti não esperam.”
    Un conseil:
    Uma dica p/ iniciantes: “FORUM Méthode de Francais” Hachette.Français langue étrangère. Nouveau Delf A1&A2. Cahier d’exercices. module 1, 2,3.
    Un livre de l´´elève avec un Carnet de route pour construire sa grammaire et so vocabulaire. Junto com cada volume dedicado aos exercícios acompanham o Livro de ‘gramática’ e ‘vocabulário’. Tb. acompanha ‘un guide pédagogique’- guia pedagógico e 3 cassettes audio ou 2CD audio. Cada @ volumes e acompanhamentos estão mais ou menos por volta de $130,00. Maiores informações pelo site: http://www.club-forum.com
    Vous souhaitez un poème que j’ai fait?
    Voces gostariam de um poema que eu fiz?

    Je vous donne mon coeur…
    Eu vos dou meu coração…

    baisers.
    beijos.

  • http://falandofrancescomfrancis.com Francis Mary Soares C Rosa

    Olá a todos. Gostaria de indicar o site http://falandofrancescomfrancis.com uma boa dica para aprender direcionada ao publico brasileiro. Blog, dicas, vídeos,músicas,livros….Confira!

  • Rodrigo

    Olá.
    Gostei muito das suas dicas, Daniel. Estou começando a aprender alguma coisa da língua francesa através da internet.
    Uma forma divertida de treinar os ouvidos com esse idioma é assistir videos que já conhecemos em nossa língua dublados em francês. Eu gosto de ver os desenhos da Disney em francês. Como já conheço as histórias bem, fica mais ou menos fácil entender as palavras que ouço nas dublagens.

  • myra torquato

    Muito legal ver estas dicas preciosas p/ aprender francês.Desde q decidi estudar Francês, entrei em dezenas de sites gratis na Net, ouvi cursos de frances no youtube e fechei com o livro “COMO DIZER TUDO EM FRANCÊS”- q é um guia prático com todas as frases principais, dividido por situações. SENSACIONAL!!!!!! tem tbém em espanhol, italiano, japonês, chinês, russo, português e inglês) E vem com o CD !!!!, e vc pode bxar gratis tbém.Em 4 meses, já compreendo bem o francês falado, e falo razoável.Agora vou alçar voos + altos, e me aprofundar + na lingua..Gente, nada de gastar em escolas.Não perca dinheiro e tpo.Qto mais linguas vc aprender, mais fácil fica aprender a pxma.Bjos a todos.

----- Consulte os arquivos do Amálgama ||| Publique ||| Contato ||| Para reproduzir nossos textos -----