PESQUISA

19 anos do telescópio Hubble

por Amálgama (12/05/2009)

Em 1990 ia para os ares o Huble Space Telescope. Com um histórico incrível de descobertas, é simplesmente impossível dimensionar sua total contribuição para a astronomia. Abaixo, algumas fotos recentes divulgadas pela Nasa. Segundo a agência espacial, o Hubble ficará em atividade até 2014, quando será então substituído pelo telescópio (James) Webb, que terá o encargo […]

Em 1990 ia para os ares o Huble Space Telescope. Com um histórico incrível de descobertas, é simplesmente impossível dimensionar sua total contribuição para a astronomia. Abaixo, algumas fotos recentes divulgadas pela Nasa. Segundo a agência espacial, o Hubble ficará em atividade até 2014, quando será então substituído pelo telescópio (James) Webb, que terá o encargo de identificar as primeiras galáxias e objetos luminosos gerados após o Big Bang. Quem viver, verá.

 
Galáxias interligadas
Foto feita no início deste ano. O sistema de galáxias, que se encontra a cerca de 600 milhões de anos-luz da Terra, se estende por mais de 100 mil anos-luz.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Colisão
Aqui, quatro galáxias colidem, a 5,4 bilhões de anos-luz. A imagem é uma combinação de dados do Hubble e mais dois outros telescópios na Terra, e, segundo a Nasa, representa a maior colisão entre galáxias já registrada.

 

 

 

 

 

 
Nebulosa Kohoutek 4-55
Divulgada ontem (10), essa foto foi a última tirada pela câmera do Hubble conhecida pela sigla WFPC2. Nos próximos dias, uma missão da Nasa a substituirá pela mais potente WFC3, que dará mais nitidez e cores às imagens geradas pelo Hubble.

 

 

 

 

 

 

 

Daniel Lopes

 

[imagens e informações: site do Hubble e BBC]
[leia: “Nasa lança sonda em busca de planetas similares à Terra“]
[visite o site da Unesco dedicado ao Ano Internacional da Astronomia]
[visite o site da Nasa]

Amálgama

Site de atualidade e cultura, com dezenas de colaboradores e foco em política e literatura.