PESQUISA

O que a Bíblia realmente diz sobre a homossexualidade

por Amálgama (16/02/2009)

por Daniel A. Helminiak * As pessoas discutem apaixonadamente acerca do que a Bíblia realmente ensina. Como é possível? Quem está com a razão? Depende de como se lê a Bíblia! Como é possível? São diferentes formas de se ler a Bíblia! A forma pela qual se lê a Bíblia, o modo de interpretar os […]

por Daniel A. Helminiak *

As pessoas discutem apaixonadamente acerca do que a Bíblia realmente ensina. Como é possível? Quem está com a razão?

Depende de como se lê a Bíblia!

Como é possível? São diferentes formas de se ler a Bíblia!

A forma pela qual se lê a Bíblia, o modo de interpretar os textos, eis aí a questão central. Não se trata de perguntar: “Quais são os textos da Bíblia sobre a homossexualidade?” Qualquer um pode fazer uma lista e citá-los. O que devemos nos perguntar é: “Como interpretar estes textos?” “Como determinar aquilo que estes textos realmente querem dizer?”

Há quem afirme que a Bíblia deva ser entendida literalmente, sem “interpretações”. Mas interpretar significa apenas extrair o sentido de um texto. Desta maneira, não pode haver leitura da Bíblia ou de qualquer outra obra sem interpretação. Sem o leitor, um texto é apenas um monte de palavras – sinais em uma página. Em si estes sinais não têm significado algum. Para significarem algo, eles precisam passar pela mente de alguém. A compreensão das palavras, que determina o sentido do texto, é interpretação.

É importante prestar atenção às diversas formas de se ler um texto, especialmente quando lidamos com textos antigos como a Bíblia. As palavras podem ter um determinado significado para nós hoje e, na época das pessoas que as escreveram, seu significado ter sido totalmente diferente.

Os ensinamentos de Jesus sobre a simplicidade
Tomemos um exemplo da Bíblia. Em três dos Evangelhos – Mateus 19:24, Marcos 10:25 e Lucas 18:25 – Jesus diz: “É mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no reino de Deus.” Parece que ninguém com muito dinheiro jamais poderá entrar no paraíso, posto que nenhum camelo jamais passará através do buraco de uma agulha. Pelo menos é isso o que a passagem nos indica.

Mas alguns estudiosos afirmam que em Jerusalém havia um portão muito baixo e estreito nas paredes da cidade. Quando uma caravana entrava por aquele portão, os camelos tinham de ser descarregados e passar pelo portão de joelhos, para serem novamente carregados do lado de dentro. Aquele portão chamava-se “o buraco da agulha”.

Logo, o que Jesus estava dizendo? Ao compreendermos melhor o mundo em que ele viveu, o significado de suas palavras passa a ser óbvio. Jesus dizia simplesmente que seria difícil para os ricos entrarem no paraíso. Primeiro eles teriam de se livrar de suas preocupações materiais. Novamente, Jesus estava pregando a mensagem sobre simplicidade, sinceridade e dedicação contida em seu Sermão da Montanha.

E se considerações desta mesma ordem se aplicarem também aos textos bíblicos sobre a homossexualidade? Talvez eles não signifiquem aquilo que temos pensado até agora.

A interpretação literal e a leitura histórico-crítica
A interpretação literal afirma entender o texto unicamente conforme o que ele diz. Esta é a bordagem fundamentalista. Ela afirma não interpretar o texto, mas simplesmente lê-lo como ele é. Entretanto, é claro que até mesmo o fundamentalismo segue uma regra de interpretação. Esta regra, simples e fácil, diz que a significação do texto é dada no presente por quem o lê.

Façamos a comparação com a outra abordagem, a da leitura histórico-crítica. A regra aqui diz que a significação do texto é dada por aquele que o escreveu no passado. Para afirmar qual é o ensinamento dado pelo texto bíblico hoje, primeiro é preciso compreendê-lo em sua situação original e então transportar seu significado para o presente. Um bom exemplo disso é o ensinamento de Jesus, na abordagem realista, utilizando a figura do camelo e da agulha.

Apesar de ouvirmos com mais frequência no rádio e na TV apenas a abordagem fundamentalista, todas as principais igrejas cristãs apóiam o método histórico-crítico. Portanto, o argumento apresentado aqui não é novidade: ao contrário, ele é absolutamente padronizado, sendo sustentado por quase dois séculos de estudos. De fato, ele já existia antes mesmo do fundamentalismo, que surgiu em parte como uma oposição a ele.

É evidente que algumas igrejas rejeitam o método histórico-crítico quando tratam dos textos bíblicos sobre a homossexualidade e algumas outra questões, tais como o divórcio, a posição da mulher na sociedade e na igreja, a compreensão que Jesus tinha dele mesmo, a organização da igreja primitiva, ou a origem de rituais cristãos como o batismo e a eucaristia. As igrejas têm receio das conclusões sugeridas pelos próprios métodos de interpretação que elas aprovam.

O estudo histórico-crítico da Bíblia geralmente coloca por terra algumas interpretações tradicionais e levanta questões muito sérias sobre a religião e a sociedade. Não é de surpreender que as igrejas hesitem em usá-lo. Em certos casos, elas ficam a se perguntar o que devem ensinar. Também não é de surpreender que o fundamentalismo tenha adotado uma linha mais dura. Os novos dados históricos podem fazer com que a compreensão tradicional da religião se dissolva ante nossos próprios olhos. É importante avaliarmos quão delicada é esta questão da interpretação da Bíblia.

Mas também é importante não ignorarmos fatos tais como eles agora são conhecidos. Fazê-lo seria violar um dos valores básicos da tradição judaico-cristã. Fazê-lo seria ignorar um valor pelo qual Jesus viveu e morreu – conforme João 8:32, Jesus diz: “A verdade vos livrará”.

Desvantagens da abordagem literal
Um dos problemas da abordagem literal é a utilização seletiva da Bíblia. Isto é, esta abordagem tende a enfatizar um texto e relegar outro. Os pregadores condenam as lésbicas e gays porque a Bíblia menciona de passagem atos sexuais entre pessoas do mesmo sexo.

No entanto, esses mesmo pregadores não advogam a escravidão, embora a epístola a Filemon inteira, e muitas outras passagens extensas, a defendam (Efésios 6:5-9; Colossenses 3:22-4:1; 1 Timóteo 6:1-2; 1 Pedro 2:18). Eles não encorajam as pessoas a furar-lhes os olhos ou a cortar-lhes as mãos, embora as palavras literais de Jesus sugiram este remédio para a tentação (Mateus 5:22-30). Estes pregadores geralmente admitem o divórcio, embora os ensinamentos de Jesus, tomados literalmente, o condenem (Mateus 5-32; Marcos 10:1-2; Lucas 16:18). Eles permitem que mulheres ensinem nas escolas dominicais, embora 1 Timóteo 2:11-14 o proíba de maneira clara. Eles permitem que as mulheres frequentem a igreja usando roupas claras e jóias de ouro e pérolas, ou mesmo sem chapéus, embora longas passagens se oponham a isto (1 Timóteo 2:9-10; 1 Coríntios 11:1-16). A abordagem literal é praticamente forçada a ser seletiva em sua aplicação dos ensinamentos da Bíblia, para evitar algumas situações inaceitáveis.

O que há na Bíblia sobre homossexualidade?
O estudo científico da sexualidade teve início a cerca de um século. Hoje sabemos que a homossexualidade é um dos aspectos básicos da personalidade, provavelmente fixado na primeira infância, tem base biológica e afeta uma parcela significativa da população em praticamente todas as culturas conhecidas. Não há evidências convincentes de que a orientação sexual possa ser mudada, e não há prova sequer de que a homossexualidade seja um fenômeno patológico em qualquer das suas formas. Desde a Segunda Guerra Mundial, uma comunidade gay vem se formando e ganhando voz em âmbito mundial. Dentro desta comunidade, e especialmente entre os gays e lésbicas que são religiosos, relacionamentos homossexuais amorosos e adultos têm se tornado uma preocupação importante.

Tudo isso é recente. Alguns destes fatos são absolutamente novos para a história da humanidade. Eles fazem parte de uma situação nunca imaginada pelos autores bíblicos, portanto não devemos esperar que a Bíblia expresse uma opinião sobre eles. O que pode ser esperado é o seguinte: quando a Bíblia menciona comportamentos sexuais entre pessoas do mesmo sexo, ela o faz tal como estes comportamentos eram compreendidos naquela época. Os ensinamentos da Bíblia só podem ser aplicados hoje na medida em que a antiga compreensão destes mesmos comportamentos for válida.

Mais especificamente, na época bíblica não havia uma compreensão muito elaborada da homossexualidade como orientação sexual. Havia apenas uma consciência genérica de atos ou contatos entre pessoas do mesmo sexo, o que poderia ser chamado de homogenitalidade ou atos homogenitais. A questão atualmente gira em torno das pessoas e seus relacionamentos, e não simplesmente de seus atos sexuais. O que se discute hoje é a homossexualidade, e não mais a mera homogenitalidade, e o afeto espontâneo por pessoas do mesmo sexo e a possibilidade ética de expressar este afeto em relacionamentos sexuais e amorosos. Como esta não era uma questão que os autores bíblicos tinham em mente, não podemos esperar que a Bíblia nos dê uma resposta.

Por que não? Se a Bíblia condena um determinado ato por qualquer que seja o motivo, este ano não deveria ser evitado sem mais discussões? Se a palavra de Deus diz que ele é errado, o assunto não se encerra aí?

Uma atitude é julgada errada por algum motivo. Se o motivo não mais existe e nenhum outro é fornecido, como esta atitude pode continuar sendo considerada errada? A simples afirmação de que “Deus disse que isto é errado” não é uma resposta boa o suficiente, pois o princípio é válido mesmo em se tratando de Deus: também Deus deve fornecer o motivo pelo qual algo é errado. Isto significa dizer que há bom-senso, que há sabedoria na moralidade exigida por Deus. Se não houver, então toda moralidade será arbitrária e Deus considerará as coisas como certas ou erradas segundo um capricho divino. Neste caso, toda a reflexão sobre a ética deixaria de existir, pois não haveria um princípio racional por trás da moralidade e as exigências Deus não seriam razoáveis. Tal conclusão, porém, é um absurdo. É completamente ridícula. Logo, é preciso que haja um motivo pelo qual algo seja considerado errado, e deve ser por este mesmo motivo que Deus o proíba.

Bem, mas Deus não poderia ter razões que escapem à nossa compreensão? Claro que sim. Mas se fosse este o caso, nunca poderíamos conhecer a vontade de Deus – a menos que Deus a revelasse. E onde Deus a revelaria? Uma resposta óbvia é: “Na Bíblia, claro!”

Esta resposta é perfeitamente válida. Mas ela nos traz de volta exatamente ao ponto de partida: como podemos determinar o que Deus quis dizer na Bíblia? As opções ainda são as mesmas: as abordagens literal e histórico-crítica.

Defendo a abordagem histórico-crítica da Bíblia. Espera-se que Deus afirme que algo é errado por um determinado motivo. O Criador teceu este motivo na estrutura do universo. A inteligência humana é capaz de discernir este motivo. Por conseguinte, quando não há nenhuma nova razão para que algo seja considerado errado e o motivo antigo não mais se aplica, não há base para se afirmar que aquilo seja errado. O motivo – o próprio motivo de Deus! – simplesmente não mais existe.

A palavra de Deus na Bíblia condena aquilo que hoje conhecemos por homossexualidade? Considere todas as passagens bíblicas que se referem a este tema. Compreenda-as em seu contexto histórico original. Avalie as provas com uma mentalidade aberta e honesta.

O pecado de Sodoma: a falta de hospitalidade
A história de Sodoma é provavelmente a mais famosa passagem bíblica que trata da homossexualidade, ou pelo menos é considerada como tal. Ela está no livro do Gênesis, capítulo 19, versículos de 1 a 11.

Nela, por que Lot desejaria expor suas filhas ao estupro? Por que Lot se oporia ao interrogatório e abuso de seus visitantes por parte dos habitantes da cidade? Lot era apenas um homem, ou, conforme as Escrituras, um homem de bem. Ele fez o que era certo e da melhor forma possível. Entre todas as pessoas de Sodoma, apenas ele teve a delicadeza de convidar os visitantes para passar a noite em sua casa.

Nas regiões desérticas como a de Sodoma, permanecer ao relento exposto ao frio da noite podia ser fatal. Logo, uma regra básica da sociedade de Lot era oferecer hospitalidade aos viajantes. Essa mesma regra faz parte da tradição das culturas semitas e árabes. Esta regra é tão estrita que proibia o ataque até mesmo a inimigos que tivessem recebido oferta de abrigo para passar a noite. Assim, fazendo o que era certo, seguindo as leis de Deus conforme ele a entendia, Lot recusou-se a expor seus convidados ao abuso pelo homens de Sodoma. Fazê-lo significaria violar a lei da sagrada hospitalidade.

Até mesmo Jesus entendia o pecado de Sodoma como o da falta de hospitalidade (Mateus 10:5-15). Outras passagens da Bíblia afirmam a mesma coisa de maneira bastante clara. Há outras referências bíblicas menos diretas a Sodoma: Isaías 1:10-17 e 3:9, Jeremias 23:14 e Sofonias 2:8-11. Os pecados listados nestas citações são a injustiça, a opressão, a parcialidade, o adultério, as mentiras e o encorajamento dos pecadores. Ainda assim, as pessoas continuam a citar a história de Sodoma para condenar aqueles que são gays e lésbicas.

Há uma triste ironia acerca da história de Sodoma quando compreendida à luz de seu próprio contexto histórico. As pessoas atacam homens e mulheres homossexuais porque eles são diferentes, esquisitos, estranhos. Lésbicas e gays não se encaixam em nossa sociedade, fazendo-se com que eles permaneçam estranhos, estrangeiros. São deserdados por suas próprias famílias, separados de seus filhos, despedidos de seus empregos, despejados de imóveis e expulsos de bairros, insultados por personalidades públicas, espancados e assassinados nas ruas. Tudo isto é feito em nome da religião e da suposta moralidade judaico-cristã.

Esta opressão é o próprio pecado do qual o povo de Sodoma foi culpado. É exatamente este o comportamento que a Bíblia condena repetidas vezes. Portanto, aqueles que oprimem os homossexuais devido ao suposto “pecado de Sodoma” podem ser eles próprios os verdadeiros “sodomitas” tal como a Bíblia os entende.

* Daniel A. Helminiak foi padre por 28 anos. Ph.D. em teologia sistemática pelo Boston College e em psicologia educacional pela Universidade do Texas, atualmente leciona no estado da Geórgia. Este post contém trechos dos capítulos 2 e 3 do seu livro O que a Bíblia realmente diz sobre a homossexualidade (Summus/Edições GLS, 1998) – trechos que o Amálgama reproduz com expressa autorização da editora, a quem somos gratos.

— adquira o livro e tire suas próprias conclusões

Amálgama

Site de atualidade e cultura, com dezenas de colaboradores e foco em política e literatura.



avatar
Adriana

Gostei desse texto. Esclarecedor em muitos aspectos e pode ser uma luz para aqueles que insistem em certos conceitos radicalizados a respeito do que é o correto ou não, aos olhos da Bíblia. É um ponto de vista, no mínimo, com bom senso e deveria ser levado em consideração.

Cristiane
Cristiane
“Ainda bem que nem todos os católicos são como você, sem espírito :-p” Sinto em lhe informar, mas o ex-Padre autor do livro NÃO responde pela igreja Católica, onde há somente UM chefe visível. Desconheço tal livro, e para nós Católcos NÃO tem valia alguma o que um e outro defendem que seja contrários a Doutrina Católica. Oras, oras caríssimo Daniel, nós Católicos praticantes, seguimos o que a IGREJA nos ensina de acordo com as Sagradas Escrituras, e não o que um ou outro publicam e pensam, a igreja de Cristo UNA, SANTA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA, NÃO é feita de… Leia mais »
Mauro
Mauro

POis é Cristiane… assim também como na biblia diz que é pecado adorar a imagens e fazer santos no altar. Assim como a bíblia revela não adorarás a outro deus. Não existe pecadinho e pecadão. Todos pecaram e estão restiutidos da Glória de Deus. É muito fácil julgar, culpar… è muito fácil ser pedra, o complicado é ser vidraça!

Acho melhor rever seus conceitos e ler mais a bíblia antes de expor uma opnião radical sem fundamento!

Abraços.

andré
andré
Ora, ora, ora, mas aqui está: O sujo falando do mal lavado. rsrsrsrsrsrsrs. Fazer, adorar, comercializar e carregar imagens em procissão é PECADO. Ter relações, dizer que ama alguém do mesmo sexo é PECADO. Condenar alguém por ser homossexual é PECADO. condenar alguém por ser católico, judeu, espírita ou evangelico é PECADO. Nenhum de nós tem autoridade para julgar, condenar ou absolver ninguém. TODOS PECARAM. Somo salvo pela graça de Deus, pelo sacrifício de Jesus. O sálario do pecado é a morte e Jesus morreu para pagar nossos pecados. A mesma graça que alcançou a mim, está disponivel para judeus,… Leia mais »
JULIO
JULIO
Carissimo André ler a biblia e dar sua propria interpretação é tão facil que te torna cego a verdade. somos salvos pela GRAÇA e vivemos pela MISERICORDIA do DEUS altissimo sejamos tudo o que vc falou aí porem vc está esquecendo de uma coisa imensa e que lhe parece pequena diante do paleativo que usa para não renunciar o mundo e seus prazeres ilusórios VC TEM QUE da continuidade a sua vida buscando a mudança que agrada somente aquele ao qual se refere como salvador e não como é. tem a chance clara de mudar a sua vida o ladrão… Leia mais »
Eddy Ferrero

E Beijar, só beijar , nada de sexo, ainda é pecado ?

MARIA
MARIA

A Biblia nao e um livro para ser interpretado de forma a justificar erros para aliviar consciencia de ninguem ela e bem clara quando diz o que e errado o que os seguidores do Deus altissimo deve fazer para alcancar a vida eterna Julio esta certo Deus fez tudo com perfeicao e se Ele diz que o homssexualismo e pecado e que pessoas que praticam tais atos nao entraram no reino dos ceus nao vao entrar mesmo

adilson

Carissimo Julio
o Andre não negou que devemos renunciar o mundo caso voce nao tenha percebido ele disse ja no final de sua colocação ” admitir o erro e MUDAR DE VIDA” mais o que falou esta certo “VC TEM QUE da continuidade a sua vida buscando a mudança que agrada somente aquele ao qual se refere como salvador e não como é”.
meus parabens pois vcs estao em uma linha de raciocinio muito boa e lógica

João
João

Só contradições …
antes ficarem calados.
“Ter relações, dizer que ama alguém do mesmo sexo é PECADO.
Condenar alguém por ser homossexual é PECADO.”
o André condena os homossexuais e logo em seguida diz que é pecado condenar alguem por ser homossexual.
quem aguenta? !
ainda falam cheios de razão ¬¬

Cesar
Cesar

Mauro,

Os Argumentos da Cristiane, assim como os seus não são infundados! estão na Biblia… A homossexualidade é condenada por Deus, pois fere os principios básicos da Criação… Deus ama o pecador, mais se aborrece do pecado seja ele qual for;

Marco
Marco
Bem Mauro, pelo que vejo voce é leigo quando se diz Igreja Catolica. Quem disse que adoramos imagens, ou melhor, quem disse que fazemos delas nosso Deus? Antes de criticar a igreja primordial, voce olhe para a sua religião que rouba de pessoas doentes e faz até lavagens celebrais para arrancar de trabalhadores um dito Dizimo que enrriquece pastores. Nunca vi um pastor pobre, pelo contrario, ja ví homem pobre que virou pastor e ficou com a maior grana. Repense sobre os seus conceitos pois o que a Cristiane falou está realmente escrito na Bíblia. Ah, e não se esqueça…… Leia mais »
Bruna scaranz
Bruna scaranz
É sim idolatrioa sair atras de andores, fazer sinais sagrados como sinal da cruz em frente a uma imagem. Nos livrinhos de catecismos não esta escrito o primeiro mandamento como deveria esta ” Não faras para te imagem…” Mas para as crianças não ficarem perguntando e achando uma confusão mudaram a letra a virgula o que é um pecadoooooo…. Que hipocrisia da Igreja Católica cheia de pedófilos e crimes de assassinatos da “SANTA INQUISIÇãO kkkkkk”, mas que trave tem no olho dela, mas pra rever e interpreta de maneira que o outro não sofra mais não se faz esforço…Na verdade… Leia mais »
laiane
laiane

ei meu caro mauro, não se esqueça de que a igreja somos nós e não um templo ou uma placa de igreja, nda disso salva.
jesus sim salva, olhemos para ele, e não para congregações das quais fazemos partes, e nem tão pouco para os homens pois somos todos pecadores.

Eliane
Eliane

Marcos
Dou graças a Deus que a igreja de Jesus é unica, e não é visível… E segundo, antes da igreja católica existir já havia outras igreja, que se você prestar atenção, a bíblia fala sobre elas…

Tiago
Tiago

Tanta conversa. Uma unica questao: Em qual passagem Jesus Cristo fala/condena/ cita o homossexualismo? Nenhuma! Ache esta passagem Cristiane! Nao existe! Se o Filho de Deus nao fala sobre esse assunto; quem e voce para falar?

Mônica
Mônica
Bem Cristiane acho que você leva bem ao pé da letra as “palavras de Deus”.. logo lhe digo que falta carater no lugar de tanta palavra .. quantos deliquentes, bandidos , traficantes saão declaradamente catolicos? Há pessoas boas e ruins naum importa sexo, ideologia, religião, partido politico entre tantas outras coisas . Muitos ateus são pessoas de boa índole e vice-versa.. Não me interessa com quem a pessoa tem suas relações sexuais, além do que vai muito além disso, trata-se de amor, companheirismo, a pessoa não escolhe por quem sente o coração bater mais forte … aliás você já amou… Leia mais »
andré
andré
É aí que esta o ponto, Monica, concordo plenamente contigo. As pessoas, e principalmente os fanáticos, tem que entender que odiar alguém por ser gay ou qualquer outra coisa que ela considere errado também é pecado, pois Deus abomina o PECADO e não o pecador. Pois se Deus odiasse o pecador, não teria enviado Jesus para nos salvar, pois ele nos odiaria a todos, todos pecamos. Eu sou cristão evangélico, acredito que a homossexualidade é pecado, mas jamais despreso alguém por ser gay. A biblia está cheia de situações onde pessoas eram despresadas por seus pecados mas Jesus as acolhia… Leia mais »
Mônica
Mônica

Concordo com você tambem André, antes de falar dos erros dos demais tem-se que reconhecer seus proprios erros. Admitir que todos pecamos e buscarmos a redenção é o melhor caminho. Em vez de julgar os os outros
E quem somos nós, humanos, para dizer o que é pecado?Só quem possui esse poder é Deus. Pessoas como Cristiane deveria olhar mais sua propria vida e se fazer um julgamento.

Mônica
Mônica

Concordo com você tambem Andre, deveriamos olhar menos para o erros dos demais e reconhecer nossos proprios erros. Adimitir que todos pecamos eh o melhor caminho e disso buscarmos a redenção.
E quem somos nós para dizer o que é pecado ? Só quem possui esse poder é Deus. Pessoas como Cristiane deveria tentar cuidar da sua propria vida e se auto julgar.

JULIO
JULIO
RSRSRSRS tudo é pecado sim vivemos nele,porem queridos A GRANDEZA DO SER HUMANO justifica-se en lutar contra os seus pecados e não viver se assujeitando a eles. vcs debatem muito mais não se perguntam quem são realmente quando estão a sóis com os seus travesseiros e com DEUS o qual nada pode esconder eu tambem ja definí a vida assim,achando que tem que seguir e pronto mais creiam , não é assim,isso não é um julgo de minha parte e sim um alerta meus amados, a unica coisa mais certa que a morte é a RESSUREIÇÃO,todos seremos julgados isso é… Leia mais »
Osmar
Osmar

Poucas vezes li, em âmbito de debate sobre religiosidade e costumes, uma opinião tão lúcida, enriquecedora e pró-ativa no sentido de harmonizar a convivência entre as pessoas de boa vontade nesta terra!!!
Deus, com certeza, só deseja uma coisa: Paz e harmonia na terra. Esta é a Sua sagrada vontade. Para isto Seu filho deu a vida!
A Frase: Deus abomina o PECADO e NÃO O PECADOR, é uma pérola!!! Pois se abominasse o pecador, nós não teríamos mais direito ao amor divino. Excelente!!!!

Domingos
Domingos
Olha, eu concordo com todos os comentários deixado aqui, mas uma coisa é bem certo, a Bíblia condena a pratica do Homossexual, viva o homem como ele quer, mas consciente de que seus atos errôneos é quem vai levá-lo a perdição, querendo ele ou não. Se a palavra de Deus me condena por eu praticar o ato sexual com pessoa do mesmo sexo, o que devo fazer, é, tomar a minha decisão, de sim, ou, não, fazer o que eu quero ou não, pois cabe eu escolher o meu caminho. Se o meu pai disser: filho, não roube, e eu… Leia mais »
Breno
Breno
O paragráfo abaixo foi transcrito por você Domingos ! ((((Ser homossexual não é bom, pois se fosse bom, muitos não choravam para sair da vida, e, não estão conseguindo. Muitos dizem que é uma opção, mas não é, seja lá o que for, mas uma opção confirmo, não é!)))) Muitos choravam sim, mas não é para “sair da vida” de homossexual, pois não tem como isso acontecer, o individuo pode sim deixar de praticar o ato de se relacionar com outro homem, porém deixar de ser homosseuxal não, pois está na sua essência é nato, íntriseco da pessoa. Eles choram,… Leia mais »
João
João
Pois é . Sou homossexual, e já chorei, não pela minha homossexualidade. Chorei porque a minha mãe não me apoiou, consequencia da sociedade em que vivemos, e a imposição da “vontade de Deus” que tem destruído tantas familias. Esse foi o meu motivo, poderia ter chorado pela descriminação, que sofri, mas não me importo com o que dizem, a minha consciência fica responsável por isso. Então menos ai, porque só quem vive pode falar. Você não fez opção de ser heterossexual – suponho – assim como eu não fiz opção de ser gay . Claro que há a ‘opção’ de… Leia mais »
juliane
juliane

so me expliquem algo se fosse certo se relacionar com pessoas do mesmo sexo o homem assim como a mulher poderia engravidar certo?mas a ciencia e não só a biblia diz que para haver a fecundação é necessario haver um espermatozoide(homem) e um ovulo(mulher) certo?então se só houvessem homosexuais no mundo quer dizer o mundo de pessoas não existiriam, porque como um mundo de um só sexo gerariam descendentes pois apenas dois homens não faraim filhos assim como duas mulheres naõ gerariam um ser.ou seja independente de qualquer opinião voces não estariam aqui estou erada ou não.

Daniel
Daniel

Mas, Juliane, envolvimento amoroso não se resume a sexo e reprodução. Quando um homem ama um outro homem e uma mulher ama outra mulher, eles podem fazer sexo diariamente, mas a relação não se resume a isso. Casais homossexuais, se quiserem filhos, podem adotar um dos muitos largados pelos “perfeitos” casais hetero, não? Mas, claro, eu respeito a opinião dos pervertidos morais que acham que uma relação amorosa se resuma a sexo e reprodução — paciência, a natureza humana é bem diversa.

juliane
juliane

Daneil vc colocou simplismente aquilo q lhe enteresou ser entendido o q eu quis dizer é que se todos resolvesem seguir essa opção nem vc e nem eu estariamos aqui não estou falando de amor mas da realidade me desculpe ser dura mas o q os homossesuais procuram é respeito a suas escolhas assim como aqueles que não concordam tb querem suas opiniões respeitadas,ninguem pode obriga-los a serem contrarios a suas escolhas assim como eles não podem obrigar alguem a concordar com elas

Gustavo
Gustavo

Os erros ortográficos e o raciocínio torto dessa Juliane falam por si só. Falta educação de verdade no Brasil! Países de altíssimo IDH já possuem a maioria da população livre das religiões.

jairo

Caro Gustavo, foca-te apenas nas mensagens

Eterno
Eterno

Minha cara, respeito seu ponto de vista, mas o sexo não serve só pra pocriação. Vamos deixar de hipocrisias! Até parece que você só transa quando quer ter filhos! Se for assim nenhum ESTÉRIL deve transar!

Adriano
Adriano
Deus não deu a ninguem o poder de julgar,mas deixou claro que muitos erram por não examinar as escrituras,a qual aqueles que não crerem não alcançaram a vida eterna, disse jesus e não o homem,e a palavra de Deus tem que ser pregada para o arrependimento daqueles que a escultam,e não por desejo de julgar ninguem,pois nosso desejo é que nos encontremos um dia nos céus,pois Deus ama a todos e aquele que vem do seu espirito tem que ter um sentimento semelhante,mas tambem ele aborrece o pecado (não o pecador),e aqueles que estão em cristo também aborreceram, e esta… Leia mais »
edson
edson
Mônica vc esta certa em defender o respeito e amor entre duas pessoas, até então; a propria biblia nos da este direito, por termos livre arbitero e escolher o caminho que queremos andar, mas nós não podemos acomodar com esta vida aqui, pois temos que renunciar os desejos da carne se queremos alcansar a salvação, Deus ama o pecador mas abomina o pecado, e homem com homem é pecado, mulher com mulher é pecado, se não quiserem alcansar a salvação, continuam com o nosso respeito, mas quanto a salvação, esta eu posso garantir! quando o senhor Jesus vier sobre as… Leia mais »
MaxMilliano
MaxMilliano

Cristiane, nessas horas a melhor coisa a se fazer e ficar calada para nao dizer tantas besteiras. Diz o ditado que quem tem boca fala o que quer, mas sinceramente minha querida, voce perdeu uma otima oportunidade de ficar calada.

marcelo
marcelo
Tu crês tanto em tudo o que está na Bíblia que podias ficar com a outra tradução, que era ditada pela Igreja, antes desta, em que a mulher era indivíduo de segunda categoria, que ficaria atrás do homem sempre, assim você não estaria falando asneiras agora. Bom também seria lembrar, que, a escravidão já teve base nos escritos bíblicos, a matança dos incas, maias e astecas era plenamente aceito desde que os espanhóis dessem o devido quinhão no ouro e na prata destes à Santa Madre Igreja. Como vê querida, a única coisa que se deve levar em conta, e… Leia mais »
willian
willian
Olá Cristiane ! Voce fala tanto do Martinho Lutero. Voce já foi atrás de comentários sobre a inquisição? Como a igreja catolica, matavam os crentes que realmente criam na totalidade da Bíblia, e as indugencias vendidas como um documento que absolvia os pecados dos vilões. Com esse documento em mãos estes ai, poderiam fazer barbaidades,porque seu cantinho lá no céu estava garantido pelo papa. E o dia de São bartolomeu em Paris, ja ouviu a hístoria do que a igreja romana fez? Onde na Bíblia se diz para adorar Maria? Martinho Lutero ficou enojado pela indugencia papal, que enganava mais… Leia mais »
virtualmate
virtualmate
realmente não consiguo entender porque homossexualismo preocupa tanto a igreja católica romanam, onde é sabido se concentra uma legião de homossexuais, ironico?! essa igreja que não permite o uso de preservativos poque prefere ver crianças abandonadas, sem lar, amor, carinho,… será que por serem feitas por hetorossexuais?! A igreja sileinciou-se durante o holocausto, e assim caminha a igreja. Mas afinal que igreja é essa que sempre esteve ao lado dos poderosos, que matou milhares de pessoas na santa inquisição, e assim caminha a SANTA MADRE IGREJA Ah, se homossexualismo é pecado, quem vai pagar por esse pecado? atacar, matar, rejeitar,… Leia mais »
Raphael Lira
Outro texto largamente utilizado para condenar os homossexuais é Levítico 18.22 e 20.13: “Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é”. (18.22 ARA) “Se também um homem se deitar com outro homem, como se fosse mulher, ambos praticaram coisa abominável; serão mortos; o seu sangue cairá sobre eles.”. (20.13 ARA) Existem vários pontos a se considerar sobre esses versículos, entre eles: se existe condenação à homoafetividade, por que o sexo entre mulheres não foi mencionado? Por que as igrejas cristãs tradicionais não defendem a morte para os homossexuais? O texto é bem claro ao impor a morte… Leia mais »
Paco Sobral
Paco Sobral

O mais engraçado é como podemos enxergar a ignorância clara nos outros comentários, e também o fato de não dizerem nada a respeito do comentário mais coerente deste post.

Parabéns Raphael, sua abordagem sobre a questão da homossexualidade é exatamente o que faltava por aqui.

Luis
Luis
Cristiane boa tarde, Li o seu comentário e também tenho a minha opnião a respeito. Hoje não sou mais católico pois entendi lendo, o que é certo e errado. Como o nosso Deus fala, pregai o evengélio a toda criatura, você deveria fazer o mesmo, dar a sua opnião e julgar são 2 coisas destintas. Também não concordo com o autor deste livro. O próprio Deus diz: Que neste mundo sofreresmos tentações, acabe a nós nos aproximar de Deus para que nada disso nos afete. A nossa fraquesa é apontar para os outros e colocar nossos desejos acima de tudo,… Leia mais »
Danilo
Danilo
Pois é Cristiane, concordo com o que o Mauro disse aqui. Primeiro: como ele disse, não se deve adorar outros santos e imagens, pois somente Deus é digno de toda adoração. E quantos santos a igreja católica tem? 200? 300? Uma imagem de gesso que se cai no chão se espatifa em mil pedaços. Onde está o poder de realizar milagres numa imagem dessa? Na Bíblia diz que somente Jesus é unico e suficiente salvador. Então, para que pedir para santo tal ou santo num sei o que, para interceder, sendo que podemos ir direto ao pai? Pense nisso. E… Leia mais »
laiane
laiane

parabens a vc. defendeu muito bem a palavra de DEUS, e bom ver que existem pessoas catolicas que seguem diretamente o ensinamento.

Daniel
Daniel
É claro que você “desconhece tal livro”, Cristiane. Senão já saberia que todos esses trechos que citou foram abordados nele (e provavelmente os outros que você estava pensando em citar). Não me meto a dizer o que um católico deve ou não seguir. Não sou católico. O que digo é que Daniel Helminiak não fala só por ele, e o livro gerou muita discussão. O objetivo principal dele deve ter sido levantar o debate, e não mudar o pensamento da cúpula da igreja Católica — que, a propósito, é o fardo do homem civilizado, desde sempre. Eu só pediria um… Leia mais »
Cristiane
Cristiane
“É claro que você “desconhece tal livro”, Cristiane. Senão já saberia que todos esses trechos que citou foram abordados nele (e provavelmente os outros que você estava pensando em citar).” Obviamente é mais cômodo seguir todo aquele que lhe é mais apropriado, porém, felizmente NÃO é isso que a igreja nem mesmo os mandamentos de Cristo pregam. Mas cada qual lhe é mais conveniente. Como você mesmo citou: “O objetivo principal dele deve ter sido levantar o debate, e não mudar o pensamento da cúpula da igreja Católica “. Deve ter sido exatamente esse mesmo, porém repito que a igreja… Leia mais »
Rodolfo
Rodolfo
Mas me diga uma coisa, esclareça-me cara Cristiane para que eu entenda: Todo gay então vai queimar no inferno? Qual a vantagem para você, enquanto pessoa condenar o homossexualismo? O homossexualismo te afeta em algo? Lhe incomoda em algum momento em sua existência na Terra? Faço estas perguntas pois não entendo determinadas “defesas acirradas” pelos que se diz “bons costumes, bons valores”. Não sou católico, creio em um Deus, Senhor de todas as religiões. Acredito que ele seja o próprio amor em sua forma plena. Crendo nisto, sei que ele é o Senhor da compreensão e aquele cujo comando do… Leia mais »
Maiara
Maiara
Caro Rodolfo: Cada ser humano é livre para fazer o que bem entende. A pratica homossexual é condenada por Deus sim, mas ele dá ao ser humano direito para fazer suas própriasescolhas. A biblia diz que todas as coisas são lícitas mas nem todas convém, todas são lícitas mas nem todas edificam. Quanto à condenação ou não no inferno, não depende de Deus, e não é por merecimento de c-a-d-a um, e sim pela ESCOLHA que cada um fizer. Se fosse por merecimento ninguém iria para o céu. Deus oferece a salvação de graça, basta querer. Se fosse por merecimento… Leia mais »
G. Iuri
G. Iuri

“Deus não é injusto”???
Deus é o ser mais injusto que se tem noticia. E de gloria a Ele por ele ser injusto. O AMOR É INJUSTO.

andré
andré
Esse é o problema da Igreja Católica, os seus seguidores dão mais importancia a igreja em si do que a Deus ou a Jesus. o deus dos católicos é a própria igreja, eles enchem a boca pra falar em UNA SANTA IGREJA CATÓLICA APOSTOLICA ROMANA assim como os escribas e farizeus enchiam a boca pra falar em LEI DE MOISÉS. Se o papa disser que não se pode adorar em liguas estranhas eles dizem que realmente adorar em liguas estranhas é errado, se outro papa vem e diz que é lindo adorar em linguas estranhas, eles choram e se emocioanm… Leia mais »
Daniel
Daniel
É, irmã. Acho que eu preciso dizer logo que sou ateu, antes que você pense que sou um herege evangélico e queira me converter citando a Bíblia na íntegra. Desculpa ter feito você citar looongos trechos bíblicos. Quero dizer, a Bíblia, para mim, não tem valor ALGUM. Indiquei os trechos que justificam atos bárbaros apenas para você ver como o livro é pau pra toda obra (e, acredite, suas explanações sobre cada um deles apenas deixa essa idéia mais forte). Quando eu encontrar algum evangélico disposto a perder tempo, jogo ele pra ti, pra vocês praticarem a mútua misericórdia cristã.… Leia mais »
Cristiane
Cristiane

“É, irmã. Acho que eu preciso dizer logo que sou ateu”

Fim de papo, bastou sua confirmação e nem foi preciso ler o restante.

Ahh só a título de correção NÃO somos irmãos, pois vc é ATEU. rs

Eita contradição!

:d

Rodrigo
Rodrigo

“Ahh só a título de correção NÃO somos irmãos, pois vc é ATEU. rs ”

Bem típico de religiosos enxergar como irmãos apenas os que compartilham suas seitas! kkkk. Daí a lógica da guerra santa! Não podes fazer mal ao ter semelhante… mas o semelhante é só quem é da mesma religião! Eita!!! Esses religiosos parecem mais devotos do diabo! Qui meda!

Cristiane
Cristiane
“Bem típico de religiosos enxergar como irmãos apenas os que compartilham suas seitas! kkkk. Daí a lógica da guerra santa! Não podes fazer mal ao ter semelhante… mas o semelhante é só quem é da mesma religião! Eita!!! Esses religiosos parecem mais devotos do diabo! Qui meda!” Oras Rodrigo, seja realista, e honesto, se todo ateu NÃO crê na existência de Deus, como pode me considerar uma irmã? Me diga? Não é discriminação minha, mas sim deles mesmos, nós obviamente consideramos TODOS irmãos, mesmo que o indivíduo não compartilhe da mesma fé. Só que o contrário NÃO é verdadeiro, a… Leia mais »
Weverson Calvinvs
Weverson Calvinvs
Apesar de não ter certeza se você é minha irmã pq não te conheço – a recíproca é verdadeira – fico mto feliz de ver suas argumentações até certo ponto, demonstrando uma ortodoxia católica inegociável ! Espero um dia vê-la defendendo com tanta propriedade a FIDES REFORMATA, será difícil, mas quem sabe!? Dentro das doutrinas comuns defendidas tanto por católicoa e evangélicos confessionais, apoio incondicional e irrevogavelmente as opiniões expressas por vossa pessoa; infelizmentem, existem aqueles que se deixam enredar por contos da carochinha para dar base ao desejo de seus corações e se esquecem que a vontade q devemos… Leia mais »
G. Iuri
G. Iuri

“Amaras ao próximo como a ti mesmo”.

McFly
“Oras Rodrigo, seja realista, e honesto, se todo ateu NÃO crê na existência de Deus, como pode me considerar uma irmã? Me diga?” Não sei o que o Rodrigo responderá, mas se fosse eu a responder, diria que somos todos – todas as criaturas que vivem sobre a Terra – filhos de uma estrela há muito morta. Modelos cosmológicos indicam isso. Quanto à teoria de Darwin ser apenas uma teoria, aponto que não existe verdade absoluta, para o cientista. A verdade científica muda, ante à novas descobertas; claro, você pode pensar que essa mudança é simplesmente uma forma de acobertar… Leia mais »
McFly

Daniel,

ao menos as fogueiras agora são de livros. Já imaginou se começam uma nova Inquisição?

wpDiscuz